Últimas

Médicos cubanos entram com ações contra Cuba para continuar no Brasil


Médicos cubanos entram com ações contra Cuba para continuar no Brasil

Pelo menos 150 médicos cubanos desertores do programa federal lutam na Justiça para poder clinicar no Brasil de forma independente, fora do acordo entre Brasil e Cuba, ganhando salário integral. Esse grupo de profissionais moveu ações contra o Ministério da Saúde, o governo cubano e a Organização Panamericana de Saúde (Opas). 

Segundo a revista VEJA, o advogado que defende médicos cubanos no País, André de Santana Corrêa, diz que o principal argumento usado é o respeito ao princípio da isonomia, pois médicos recebem apenas 25% do salário e o resto vai para sustentar a ditadura comunista de Cuba. 


 Os desertores do programa estão impedidos de entrar em Cuba pelos próximos oito anos. O presidente eleito Jair Bolsonaro prometeu asilo político para todos os médicos cubanos que pedirem e lembrou que há mais de quatro anos o governo de Dilma (Rousseff) disse que qualquer cubano que, por ventura, pedisse asilo, seria deportado.


Nenhum comentário