Últimas

PF descarta motivação criminosa em queda de avião de Campos


PF descarta motivação criminosa em queda de avião de Campos

Após quatro anos do acidente aéreo que matou, em Santos, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, a Polícia Federal, descartou a hipótese de sabotagem e apontou os fatores que podem ter derrubado o avião: falha mecânica, desorientação espacial ou até mesmo o choque com um pássaro. 

Em janeiro de 2016, a Aeronáutica atribuiu a queda à falha dos pilotos durante o pouso em condições climáticas adversas. Segundo o Cenipa, a falta de conhecimento da aeronave e da área de pouso, além de erros de julgamento sob estresse fizeram com que os pilotos perdessem o controle da aeronave após arremeterem.



O relatório final com mais de 4 mil páginas, será encaminhado ao Ministério Público, não indica de maneira conclusiva, entre as hipóteses levantadas, qual seria a mais provável. De acordo com o inquérito, pode ter ocorrido uma combinação de fatores. Campos tinha 49 anos e era candidato à Presidência da República pelo PSB.

Após sua morte, Marina Silva, postulante a vice, assumiu a candidatura e terminou as eleições em terceiro lugar. / Com informações da Folhapress.



Nenhum comentário