Últimas

Maranhão lidera ranking de fraudes no Seguro-Desemprego

O Maranhão lidera o ranking de requerimentos de Seguro-Desemprego bloqueados por suspeita de fraude, de acordo com um levantamento do Ministério do Trabalho. Até abril deste ano, o estado registrou quase 16,9 mil bloqueios do serviço que são equivalentes a R$ 74,1 milhões em fraudes.
A maioria das fraudes foi registrada em São Luís, com 13,5 mil bloqueios que totalizam mais de R$ 51,1 milhões. Em seguida aparecem os municípios de Caxias com 2,8 mil casos e fraudes de R$ 19,5 milhões, Barra do Corda com 145 pedidos bloqueados e R$ 947 mil reais em fraudes e São José de Ribamar com 83 fraudes bloqueadas atingindo R$ 524,7 mil reais.
Entre as modalidades mais bloqueadas aparecem no topo da lista os empregos formais com 6 mil casos que totalizam R$ 33,5 milhões em fraudes. Em seguida aparecem os empregos domésticos com R$ 8,2 mil bloqueios no valor de R$ 22,1 milhões e Bolsa Qualificação com 2,6 mil casos atingindo R$ 18,4 milhões em fraudes.
O levantamento do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) vem sendo realizado por meio do sistema de Detecção e Prevenção à Fraude no Seguro-Desemprego (Antifraude), em operação desde dezembro de 2016 em todo o Brasil. De acordo com MTE, o sistema já proporcionou uma economia de quase R$ 1 bilhão aos cofres públicos.
Confira a lista de municípios maranhenses que mais tiveram requerimentos do Seguro-Desemprego bloqueados:
  1. São Luís – 13.518 bloqueios
  2. Caxias – 2.839 bloqueios
  3. Barra do Corda – 145 bloqueios
  4. São José de Ribamar – 83 bloqueios
  5. Pedreiras – 66 bloqueios
  6. Presidente Dutra – 60 bloqueios
  7. Imperatriz – 46 bloqueios
  8. Balsas – 44 bloqueios
  9. Santa Inês – 29 bloqueios
  10. Codó – 22 bloqueios
  11. Bacabeira – 19 bloqueios
  12. Bacabal – 18 bloqueios
  13. Pinheiro – 5 bloqueios
  14. Açailândia – 4 bloqueios
  15. Estreito – 1 bloqueio

Nenhum comentário