Últimas

Mãe que matou bandido recebe homenagens e é criticada por jornalistas militantes e esquerdistas na internet


 Jornalistas do jornal Folha de São Paulo e demais imprensas presentes no evento questionaram se o agradecimento não iria contra a filosofia de redução de letalidade policial.

Mãe que matou bandido recebe homenagens e é criticada por jornalistas militantes e esquerdistas na internet


O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), fez uma homenagem à cabo Katia da Silva Sastre, 42, que matou um ladrão na porta de uma escola no bairro Jardim dos Ipês, em Suzano (Grande SP), na manhã de sábado (12). França entregou flores à policial militar na manhã deste domingo (13), em cerimônia no Comando de Policiamento de Área Metropolitana-4, na Vila Esperança, zona leste de São Paulo.


Jornalistas do jornal Folha de São Paulo e demais imprensas, questionaram se o agradecimento não iria contra a filosofia de redução de letalidade policial, França afirmou que "a homenagem é feita porque é Dia das Mães, e ela é mãe".

VEJA TAMBÉM
• VÍDEO: PM de folga mata assaltante dentro da farmácia 
• Adolescente é morta por assaltantes por não conseguir destravar o IPhone
 



O governador disse que o evento era para "cumprimentar a destreza, a técnica e a coragem" da cabo.

"Ela foi a uma festa para comemorar a data e aconteceu uma situação dessas. Ela agiu tão precisamente, tão perfeitamente, que a gente resolveu homenageá-la", falou o governador à Folha.





"Claro, o rapaz morreu, não é o ideal. A gente gostaria que as pessoas não morressem", disse França.

Críticos de partidos de esquerda dizem que a ação da mãe PM foi desnecessária contra o criminoso, já que o bandido não chegou atirando e nem chegou a fazer refém. Mas não levam em consideração os crimes que ele ter cometido se não tivesse sido parado pela mãe policial já que não respeitou as nem as crianças e as demais mães que estavam ali para comemorar a festa da escola dedicada à elas. Katia contou que não sabia se a reação do assaltante seria atirar nas crianças ou nos adultos que estavam em frente à escola e pensou em defender a si e ao seu filho.


Mãe que matou bandido é critica da por jornalistas militantes e esquerdistas na internet

Após a homenagem, Katia disse que, apesar de não poder estar ao lado das filhas durante todo este Dia das Mães, é recompensador saber que não houve mais vítimas durante a tentativa de assalto.



Nenhum comentário