Últimas

Identificados os assassinos do delegado da PF morto no aniversário da filha de 5 anos


O delegado sfreu morte violenta com três disparos de arma de fogo no abdomên, além de facadas e mordidas pelo corpo.




A polícia identificou o trio responsável pelo latrocínio do delegado da PF, Davi Farias Aragão, assassinado enquanto comemorava o aniversário da filhina de 5 anos em sua residência com  familiares e amigos. Os meliantes são Davi Costa Martins, um identificado apenas como Leandro e Wanderson de Morais Baldez, que foi preso na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Luizão, quando procurou por socorro por ter sido ferido em um dos braços por conta dos tiros, pois, pelas informações já levantadas pela Polícia Civil, houve luta corporal entre os três bandidos e o delegado. 

Latrocida Wandesron Balsez preso na UPA da Vila Luizão



"Tendo em vista os elementos materiais e testemunhais, esta é a linha mais plausível que seguimos (latrocínio). Desde o meio-dia estava sendo realizada uma festa da filha do delegado, com familiares e amigos íntimos. Então os três indivíduos entraram na residência com uma arma tipo pistola, que depois viemos a saber que era um simulacro (arma de brinquedo). Eles anunciaram o assalto e começaram a subtrair objetos como relógios, celulares e bolsas na varanda. Em dado momento, eles resolveram entrar na residência, onde estavam as crianças, e neste momento os ânimos começaram a se exaltar e foi depois disso que os indivíduos entraram em luta corporal com o delegado. A briga foi até o campo de futebol, quando o delegado foi atingido mortalmente por mais um disparo. A luta seria para ter o domínio de uma arma de fogo, e nós não sabemos ainda se uma arma que estaria com os bandidos ou se a arma do delegado, uma pistola, que está desaparecida", disse o delegado Jefrey Furtado.



Nenhum comentário