Últimas

Ex-vereador PTista que quase mata manisfestante por causa de Lula se entrega a Polícia



O ex-vereador de Diadema Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), e seu filho Leandro Eduardo Marinho (PT) foram presos após se apresentarem nesta quarta-feira na delegacia em São Paulo.



Os dois agrediram o empresário Carlos Alberto Bettoni , que foi à frente do instituto Lula na noite de 5 de abril, logo depois de o juiz federal Sérgio Moro ter decretado a prisão do ex-presidente. Ele protestou contra os petista e foi empurrado, batendo a cabeça na lateral de um caminhão em movimento e foi hospitalizado com traumatismo craniano. Ele ficou 20 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e hoje está fora de risco, em casa.

Pai e filho tiveram a prisão decretada pela juíza da 1ª Vara do Júri de São Paulo, Debora Faitarone, na última sexta-feira (11), por tentativa de homicídio.




Nenhum comentário