Últimas

"Ele sabia que estava estuprando e, em consequência, assassinando a vítima", diz laudo conclusivo sobre Lucas Porto


Lucas Porto se submeteu a testes de sanidade mental para tentar amenizar a sua pena


Ele sabia que estava estuprando e, em consequência, assassinando a vítima, Lucas Porto e Mariana Costa

O parecer técnico divulgado nesta quinta-feira (16) apontou que Lucas Porto foi “completamente responsável pelos atos que praticou contra” Mariana Costa, morta no dia 13 de novembro de 2016 em seu apartamento, no Turu. O laudo pericial foi conclusivo.

VEJA TAMBÉM

• VÍDEO: Mulher policial manda bala em três assaltantes quando saia de madrugada para trabalhar

• Mãe PM que matou bandido recebe homenagens e é criticada por jornalistas militantes e esquerdistas na internet
• Adolescente é morta por assaltantes porque não conseguiu destravar o seu IPhone 


De acordo com o despacho, ele sabia que estava estuprando e, em consequência, assassinando a vítima. O motivo, segundo o assassino, foi amor não correspondido.

O laudo, remetido à Justiça em fevereiro deste ano, ainda precisa ser homologado, o que deve ocorrer nas próximas semanas. Antes da conclusão, Porto se submeteu a diversos testes para avaliação de seu estado mental. A estratégia da defesa era amenizar a pena de Porto, que está detido desde a execução do crime, quando foi apontado pelas investigações como o principal suspeito.


Nenhum comentário