Últimas

Delegado da PF é assassinado em casa em tentativa de roubo em SP


De acordo com a PM, ao menos dois criminosos invadiram sua casa, localizada na região da avenida Morumbi, por volta das 5h. Eles permaneceram escondidos na garagem da casa aguardando a saída de algum morador.


Um delegado da Polícia Federal morreu após ser baleado durante uma tentativa de assalto na manhã desta segunda-feira (14), no bairro Morumbi, região nobre da zona oeste da capital paulista.


Mauro Sérgio Salles Abdo foi socorrido e levado ao Hospital Albert Einstein, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a PM, ao menos dois criminosos invadiram sua casa, localizada na região da avenida Morumbi, por volta das 5h. Eles permaneceram escondidos na garagem da casa aguardando a saída de algum morador.

Ao perceber uma movimentação estranha, Abdo atirou contra os suspeitos. Na troca de tiros, o delegado foi atingido no abdômen e um dos ladrões na perna. Ele foi encaminhado ao Pronto-Socorro Bandeirantes e está estável. Assim que receber alta, será levado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais. Policiais militares fizeram o cerco e conseguiram deter os assassinos por volta das 7h.




Mauro Abdo deixa a mulher e uma filha.

Em nota, a Polícia Federal lamentou a morte de Abdo e disse que o delegado trabalhava na instituição há mais de 32 anos. No momento, o agente estava lotado na Delegacia de Repressão e Combate aos Crimes Previdenciários.

"A Polícia Federal em São Paulo manifesta seu pesar aos familiares, amigos e policiais federais e reafirma que continuará envidando todos esforços para contribuir com a solução deste crime, lutando diariamente pela construção de uma sociedade cada vez mais segura", segundo trecho da nota.


Abdo é o segundo delegado da PF assassinado durante uma tentativa de assalto no país em nove dias. No Maranhão, o delegado Davi Aragão, 36, morreu baleado no dia 5 deste mês após ter a casa invadida por criminosos em São José Ribamar, a 30 km de São Luís. A polícia investiga o caso.



Nenhum comentário