Últimas

Correios vão fechar 513 agências e demitir 5,3 mil


A economia anual com o fechamento das agências somada às demissões é calculada em R$ 190 milhões.



Os Correios decidiram fechar nos próximos meses 513 agências próprias e demitir os funcionários que trabalham nelas, o que deve atingir 5.300 pessoas. Os clientes serão atendidos por agências franqueadas que funcionam nas proximidades das que serão fechadas. A desconfiança é de que a medida foi tomada para beneficiar os franqueados. 

O ex-presidente dos Correios Guilherme Campos justificou que serão fechadas agências próprias que ficam muito próximas de outras operadas por agentes privados. Ele diz que o número de demissões pode ser até maior. Vai depender da capacidade financeira da empresa para indenizar os trabalhadores. A decisão exigiu sigilo, segundo o ex-presidente, porque envolve a demissão de muitos funcionários da empresa. 

A economia anual com o fechamento das agências somada às demissões é calculada em R$ 190 milhões.


Nenhum comentário