Últimas

Partidos repudiam documento sobre monitoramento de políticos no Maranhão


A orientação, por meio de ofício, partiu do Comando de Policiamento do Interior (CPI) e determinava o levantamento de informações de diversos alvos. 


Partidos repudiam documento sobre monitoramento de políticos no Maranhão

Seis partidos políticos manifestaram repúdio, nesta sexta-feira (20), por meio de notas à revelação que a Polícia Militar do Maranhão deveria monitorar adversários políticos do governo do Estado neste ano de eleições.

A orientação, por meio de ofício, partiu do Comando de Policiamento do Interior (CPI) e determinava o levantamento de informações de diversos alvos.



O comunista já negou em suas redes sociais não ter dado esta autorização para tal coisa.  Além de repudiar, os partidos informaram que vão ingressar com ações judiciais. As notas são assinadas pelos presidentes dos diretórios regionais, com tom de alerta aos maranhenses por conta da suposta ação de monitoramento de políticos e até de policiais que tenham notória manifestação política.


 Cláudio José Trinchão Santos, presidente Regional do Partido Social Democrático (PSD), diz em nota que “é inadmissível o uso eleitoreiro do aparato público para perseguir e/ou coagir opositores políticos no pleito eleitoral que se aproxima. Tal medida representa um atentado frontal ao direito de escolha, ao direito de opinião e, principalmente, à democracia”.


Nenhum comentário