Últimas

Natalie Portman recusa "Oscar Judaico" por causa do primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu


O prêmio é instituído pela Fundação Prêmio Gênesis e é atribuído a personalidades judaicas que se destaquem no mundo. 


Natalie Portman recusa Oscar Judaico por causa do primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu

Foi em novembro que Natalie Portman foi anunciada como a vencedora do prêmio Gênesis e juntamente com ele, receberá um milhão de euros, ou R$ 1.340 mil, em junho.

A atriz israelo-americana anunciou que não ia à cerimônia. A fundação que atribui o prêmio cancelou entretanto o evento.

 A explicação de Natalie Portman para recusar aquele que é considerado o "Nobel judaico" é não querer ser associada ao primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu, que iria discursar na cerimônia.

A decisão foi comunicada pelos seus representantes à organização, sem apresentação de motivos. O que levou a ministra da cultura israelita, Miri Regev, a acusar a atriz de estar ao lado dos países que defendem o boicote e sanções a Israel. 

 Natalie Portman respondeu no Instagram: 



"Tal como muitos israelitas e judeus em todo o mundo, posso ser crítica com a liderança de Israel sem querer boicotar toda a nação. Israel foi criado exatamente há 70 anos como um refúgio para os refugiados do Holocausto. Mas os maus tratos daqueles que sofrem com as atrocidades de hoje simplesmente não estão de acordo com meus valores judaicos ”,

O prêmio é instituído pela Fundação Prémio Gênesis e é atribuído a personalidades judaicas que se destaquem no mundo. Já o receberam Michael Douglas ou o ex-presidente da câmara de Nova Iorque Michael Bloomberg.

O prêmio é entregue pelo vencedor a organizações de solidariedade e a organização do prêmio espera que Natalie Portman não recuse o dinheiro e ainda o doe a instituições ligadas aos diretos das mulheres, como era sua intenção.


Nenhum comentário