Últimas

Mark Zuckerberg é confrontado por censura a conservadores no Facebook nos EUA


O dono do Facebook não deu explicações convincentes sobre a censura aos conservadores na rede social que deveria ser um campo neutro para todas as ideias.

Mark Zuckerberg and ted cruz conservatives - conservadores

O senador do Texas, Ted Cruz, criticou o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, pelas alegações de que sua plataforma de mídia social não era de fato um fórum de público neutro.

"Há muitos norte-americanos que, em minha opinião, estão profundamente preocupados com o fato de o Facebook e outras empresas de tecnologia [adotarem] um padrão difuso de preconceito e censura política", disse Cruz.
Ted Cruz disse que houve casos em que pensamentos ou páginas conservadores ou de tendência à direita foram suprimidos.

Ele mencionou postagens sobre o escândalo da Receita Federal no qual a ex-funcionária Lois Lerner foi acusada de alvejar grupos conservadores para revisão adicional, postagens sobre o governador Mitt Romney (R-Mass.), o apresentador de rádio Glenn Beck e a conferência anual Conservative Political Action em Maryland.

"[Tentamos] garantir que não tenhamos nenhum viés no trabalho que fazemos", disse Zuckerberg.

Ele disse que há uma equipe de mais de 10.000 funcionários encarregados da "revisão de conteúdo". Zuckerberg disse estar "muito comprometido com o fato de o Facebook ser uma plataforma para todas as ideias".




"Sen. Ted Cruz @tedcruz (Republicanos/Texas🇺🇸) deixa Mark Zuckerberg, dono do facebook, sem respostas ao ser perguntado sobre derrubadas propositais de páginas conservadoras, católicas e de apoio ao Pres. @realDonaldTrump .De fato o facebook censura!," escreveu Eduardo Bolsonaro em seu Twitter.




Nenhum comentário