Últimas

Jogadores do Moto Clube em greve e dirigente demitido



O título do Estadual e a liderança da sua chave na Série D, com 100% de aproveitamenmto, foram o suficiente para abafar mais uma vez a crise no Moto Club. Um dia depois da vitória por 1 x 0 sobre o Sparta (TO), no estádio Nhozinho Santos, os jogadores e comissão técnica decidiram parar as atividades até que, pelo menos, um mês de salário seja pago pela diretoria nos próximos dias. O atual presidente do clube, Natanael Jr., afirmou que até a próxima sexta-feira (5) esses valores devem ser pagos. Os atrasos chegaram a três meses.

O grupo era para ter se reapresentado nesta segunda-feira (30), no período da tarde, mas nenhum atleta se disponibilizou para treinar. Em entrevista ao jornal O Estado, o goleiro Rodrigo Ramos, que é capitão é um dos líderes do grupo, disse que o elenco só volta a treinar depois do pagamento.
Segundo Natanael Jr, informou que R$ 56 mil foi pago ao grupo logo após o jogo contra o Sparta, ainda no Nhozinho Santos. No entanto, esse valor não foi o suficiente para quitar sequer uma folha de salários de cada atleta, o que causou a paralisação.

Outra insatisfação dos jogadores e comissão técnica é com uma possível verba liberada pelo Supermercado Mateus, referente a um projeto voltado para as categorias de base. No entanto, o atual presidente disse que essa verba, por Lei, não pode ser utilizada para o futebol profissional. “Falaram que o dinheiro caiu em uma conta de uma empresa minha. Isso não é verdade”, disse.

Como assumiu o comando do Moto, após o afastamento do presidente Célio Sérgio, que foi suspenso pela Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MA), por fraude em comprovante de pagamento ao próprio tribunal, Natanael Jr. decidiu demitir o diretor de futebol Daniel Menezes. O dirigente acusa Menezes de tirar proveito na negociação de jogadores.

No meio desse turbilhão, o Moto Club tem um confronto marcado para o próximo domingo (5), quando enfrenta a equipe do Altos (PI), novamente no Nhozinho Santos, pela terceira rodada da fase de grupos da Série D. Com seis pontos, com duas vitórias em dois jogos, o Rubro-Negro é líder do Grupo A5.

O Estado do Maranhão

Nenhum comentário