Últimas

"E uma pena, uma tristeza", disse Luciano Huck sobre a prisão de Lula


O apresentador ainda insinua que Lula, era inocente e apenas os que o cercavam fazia as falcatruas



Mais um artista da Globo "golpista" se manifesta em favor de Lula.

Agora foi a vez do apresentador Luciano Huck se manifestar pesarosamente sobre a prisão do ex-presidente em palestra na Brazil Conference 2018 em Harvard e MIT.

"É uma pena, uma tristeza, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ordenada pelo juiz federal Sérgio Moro. Fico muito triste pelo Brasil. Alguém como ele, com a capacidade de comunicação, do olhar social", afirmou.

VEJA TAMBÉM:

Huck apontou que defende uma agenda liberal para o País, com abertura da economia, mas se não houver dirigentes com percepção social muito forte a nação nunca será a que todos querem. Mas em nenhum momento citou que políticos criminosos devam ser punidos pela justiça.

O apresentador ainda insinua que Lula, era inocente e apenas os que o cercavam faziam as falcatruas:

"Ele (Lula) tem o tem o olhar social. Mas a justiça vale para todo mundo. Saquearam o Estado. Ele tinha vontade legítima de inclusão, mas o grupo que o cercava pilhava o Estado", avaliou.




Segundo Luciano Huck, classificar pessoas como vilãs ou heroínas é muito negativo para o País. 

"Para a democracia é ruim ter polarização, a hora não é de esquerda e de direita. Temos que colocar em prática as melhores ideias, independentemente de onde nasceu", apontou. 

"É um dia muito triste para o Brasil. Espero que a gente possa renovar o Legislativo. E quando tivermos pessoas que queiram servir o País de fato a gente não vai ter os problemas que temos hoje em dia." 

Para quem queria ser presidente, vemos que era apenas mais do mesmo querendo que os esquemas de corrupção e impunidade se perdurem no Brasil.

O QUE OS INTERNAUTAS ACHARAM DAS DECLARAÇÕES











Nenhum comentário