Últimas

Atuação de milícias é principal hipótese para assassinato de Marielle


Questionado sobre a urgência de uma resposta, o ministro Raul Jungmann frisou que outras investigações levaram mais de um mês.


Atuação de milícias é principal hipótese para morte de Marielle, diz Jungmann

O ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que a atuação de milicianos seria a principal hipótese da Polícia Civil do Rio para a execução da vereadora do Psol, Marielle Franco, e do motorista Anderson Gomes. 

O crime completou um mês sem identificação de suspeitos. Questionado sobre a urgência de uma resposta, o ministro frisou que outras investigações levaram mais de um mês, citando a morte do pedreiro Amarildo e da juíza Patrícia Acioli. Jungman ressaltou ainda que investigações como essa têm um limite para pressionar as equipes que estão trabalhando.


"Entendo a urgência, a sensibilidade e o impacto do que aconteceu, mas lembro que o chefe da Polícia Civil era amigo pessoal da Marielle, porque ela fazia a ponte entre o [deputado Marcelo] Freixo e o [Rivaldo] Barbosa, chefe da Polícia Civil do Rio, que está coordenando oito equipes",
disse o ministro, reforçando o empenho nas investigações.

Somente no Rio de Janeiro a guerra civil instalada contra a criminalidade este ano, já matou 38 policiais e não houve cobrança de urgência da grande mídia ou partidos de esquerda como o PSOL, PT e PCdoB, para elucidar a morte de PM's que são a última linha de defesa da sociedade contra o crime.


Nenhum comentário