Últimas

4.200 procuradores e juízes já assinaram a nota a favor da prisão em segunda instância



A nota técnica de procuradores e juízes, em apoio à prisão de condenados em segunda instância, acaba de chegar em 4.200 assinaturas (verificadas). 

 As adesōes continuam chegando. O movimento adquiriu uma proporção muito maior do que a prevista. É um recado claro ao STF contra a impunidade, principalmente a de Lula.



O ANTAGONISTA


Nenhum comentário