Últimas

VÍDEO: Povo de Bagé-RS protesta contra Lula e sua caravana


A manifestação foi motivada pela presença do ex-presidente em uma universidade pública para realização de um ato de campanha eleitoral. Faculdades se tornaram currais de militâncias em todo o Brasil.




Ruralistas e empresários da cidade de Bagé, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, protestaram na manhã desta segunda-feira contra a presença do condenado da Lava-Jato, ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no município.

A manifestação contou com cerca de 2.000 pessoas, tratores, um boneco de Lula, o pixuleco, em tamanho real atrás das grades, um homem fantasiado de preso e até cavalos com a garupa pintada com os dizeres “Lula ladrão”.


A chegada de Lula na Unipampa, por volta das 11 horas, após deixar o Aeroporto Internacional Comandante Kraemer, gerou confusão entre apoiadores e manifestantes contrários.



Lula com o mesmo discurso mentiroso disse:


“A direita fascista deveria ter vindo protestar quando criei a Unipampa, porque a elite nunca quis que o pobre tivesse acesso à universidade”. 

A Universidade Federal do Pampa foi criada sob sua gestão. 

 O organizador do protesto e presidente da Associação Rural Bagé, Rodrigo Moglia, rechaçou a manifestação de Lula e afirmou que hoje quem discorda da esquerda é taxado de "direita fascista". 

Ele explicou que a manifestação foi motivada pela presença do ex-presidente em uma universidade pública para realização de um ato de campanha eleitoral.

 “É época de colheita, mas estamos aqui em demonstração de força e união da classe produtora e contrários à visita do ex-presidente. É um protesto pacífico para marcar nossa posição. Estamos vigilantes e apoiamos o Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse Moglia.





Nenhum comentário