Últimas

Foram presos dois bandidos que atacaram o posto da PRF em Açailândia


O objetivo era adquirir armas e coletes balísticos para serem usados em arrombamento de caixas eletrônicos e roubo a bancos.



Dois criminosos foram presos e confessaram participação no ataque que aconteceu na noite de sexta-feira (23), na Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Açailândia, com o objetivo adquirir armas e coletes balísticos para serem usados em arrombamento de caixas eletrônicos e roubo a bancos.

Na ocasião, o bando de seis meliantes disparou tiros contra o posto policial. Poucos minutos antes de atirar na UOP, os seis assaltantes, invadiram uma base da Polícia Militar localizada na BR-222, em Pequiá, no município de Açailândia, e levaram refém um policial militar que estava no local, Cabo Frank, fugindo numa viatura da PM, mas abandonaram a viatura com o policial, que passa bem.

FORÇA-TAREFA DAS POLÍCIAS


Logo em seguida, um grande aparato policial foi montado, com equipes de policiais civis e militares de São Luís, Imperatriz, Santa Inês, Dom Eliseu (PA) e Belém (PA). Deu-se início a caçada aos assaltantes, sendo o deslocamento de algumas equipes realizado por estradas vicinais ou mesmo a pé pelo mato.

De acordo com a PRF, uma verdadeira caçada, junto com outras forças policiais, está sendo feita afim de prender a quadrilha em Açailândia.




Um dos bandidos capturados, Paulo André, entregou os demais comparsas.  Ele saiu há um mês saiu da prisão, onde cumpria pena por porte ilegal de arma de fogo.

Ele disse que através de seu comparsa teve contato com outros quatro bandidos que vieram de Goiânia (GO). Estavam tentando arrecadar armas e caminhonetes para roubarem caixas eletrônicos.

Os criminosos foram encaminhados para autoridade policial para as providências devidas. A Polícia preserva os nomes para não atrapalhar as investigações.


A PRF informou que a qualquer momento poderão acontecer novas prisões de outros envolvidos.






Nenhum comentário