Últimas

Filandeses são o povo mais feliz do mundo em 2018; O Brasil ficou mais triste


A Finlândia foi considerada a nação mais feliz do mundo, segundo o Relatório Mundial da Felicidade de 2018, divulgados na Academia Pontifícia das Ciências Sociais, no Vaticano em Roma.

Com uma nota de 7.632, a Finlândia garantiu a primeira colocação do relatório, que classifica 156 países pelo nível de felicidade, a partir de dados analisados entre 2015 e 2017.



Elaborado por especialistas das Nações Unidas, o documento avaliou também a felicidade dos imigrantes, com base em uma tabela que inclui 117 países com dados desde 2005.

Ocupando o segundo lugar está a Noruega, seguida por Dinamarca, Islândia, Suíça, Holanda, Canadá, Nova Zelândia, Suécia e Austrália. Com 6 mil pontos, como nota atribuída, a Itália se encontra na 47ª posição.

Em último lugar no ranking está o Burundi, com 2.905.

América Latina

Primeiro país da América Latina, a Costa Rica ocupa o 13º lugar do relatório, a frente de países como Estados Unidos (18) e Espanha (36).



Já o Brasil está em 28º com 6.419 pontos, mas apresentou uma queda em relação ao ranking do ano passado, quando ocupava o 22º lugar, com 6.635 pontos.

Brasil ficou mais triste no último ano, diz 'Relatório da Felicidade'

No entanto, o território brasileiro é o país mais desejado pelos emigrantes como destino. Além dos Estados Unidos, Espanha, Canadá e Argentina.

A Venezuela, por sua vez, é o pior país, aparecendo na 102ª posição.



Nenhum comentário