Últimas

100 anos de prisão para Sérgio Cabral após quinta condenação


Nesta sexta, 02, Marcelo Bretas condenou Sérgio Cabral a mais 13 anos e 4 meses de prisão, por lavagem de dinheiro. Somadas, as penas do ex-governador do Rio, preso em Curitiba, chegam 100 anos, em cinco ações.

É o 5º processo que resulta em condenação de Cabral na Justiça Federal, este pelo crime de lavagem de dinheiro. Nos outros quatro processos anteriores, Cabral já havia sido condenado a 87 anos de prisão no total.

Resta saber se a justiça será cumprida para um criminoso de colarinho branco de alta periculosidade.



FORAM CONDENADOS TAMBÉM:

  • Sérgio Cabral, ex-governador do RJ: 13 anos e 4 meses de prisão
  •  Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador: 10 anos e 8 meses de prisão Carlos Miranda, operador de Sérgio Cabral: 8 anos e 10 meses de prisão 
  • Luiz Carlos Bezerra, chamado de "homem de mala" do ex-governador: 4 anos de prisão 
Na avaliação do juiz Bretas, Adriana Ancelmo, ex-primeira-dama do RJ, teria sido a "principal beneficiária da lavagem de dinheiro". De acordo com o magistrado, a mulher de Cabral adquiriu uma quantidade de joias que chegam a R$ 4,5 milhões.




Nenhum comentário