Últimas

R$ 82 mi desviados da Arena Fonte Nova para caixa 2 do PTista Jaques Wagner, segundo PF



Mais um descoberta contra o governo do PT!

A Polícia Federal fez buscas na manhã desta segunda, 26, no apartamento do ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jaques Wagner (PT), no Corredor da Vitória, em Salvador. Os policiais chegaram ao condomínio Victory Tower no início da manhã e deixaram o local por volta das 8h25, com uma mochila e um malote.





A delegada da Polícia Federal (PF) Luciana Matutino Caires, responsável pela Operação Cartão Vermelho, afirmou que o ex-governador da Bahia Jaques Wagner(PT) recebeu "boa parte" do valor desviado do superfaturamento do estádio Arena Fonte Nova, em Salvador.  A obra, segundo laudo da PF, foi superfaturada em valores que, corrigidos, podem chegar a mais de R$ 450 milhões. O petista teria levado R$ 82 milhões em propina e caixa 2, desviados para o pagamento de propina e o financiamento de campanhas eleitorais, o caixa 2.


No total, são cumpridos pela PF sete mandados de busca e apreensão. Por meio de comunicado oficial, a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP), concessionária responsável pela gestão da Arena Fonte Nova, disse que que "aguarda informações oficiais sobre a Operação Cartão Vermelho, deflagrada pela Polícia Federal, nesta segunda-feira (dia 26/02), mas se coloca à disposição das autoridades para colaborar no que for preciso".
 

JAQUES WAGNER


Jaques Wagner foi governador da Bahia por dois mandatos consecutivos (2007-2014) e deputado federal por três mandatos. No governo Dilma Rousseff, o petista foi ministro da Defesa (2014) e da Casa Civil (2015), e também chefe de gabinete da presidente (2016). 

No governo Lula, foi ministro do Trabalho (2003) e das Relações Institucionais (2005/2006), além de ter chefiado o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (2004). Em novembro de 2016, meses após o afastamento de Dilma no processo de impeachment, Wagner voltou à gestão estadual da Bahia como coordenador-executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (Codes), estrutura vinculada à Secretaria de Relações Institucionais (Serin).



Nenhum comentário