Últimas

Trump pede mudanças no Irã após protestos violentos pela liberdade




O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira (1º) que é “tempo de mudança” no Irã e que a população do país está “com fome” de liberdade, após dias de protestos violentos contra o governo de Teerã. 


 “O Irã está falhando em todos os níveis, apesar do terrível acordo feito com eles pela administração Obama”, disse Trump, referindo-se ao pacto nuclear selado durante o governo do seu antecessor democrata Barack Obama.

 “O grande povo iraniano foi reprimido durante muitos anos. Tem fome de comida e de liberdade. Assim como os direitos humanos, a riqueza do Irã está sendo confiscada. É tempo de mudança”, afirmou. Trump tem se expressado no Twitter sobre os protestos no Irã desde que eles começaram, na semana passada. 

 “O mundo está assistindo!” disse o presidente, repostando trechos de seu discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro.

 “Os regimes opressivos não podem durar para sempre, e chegará o dia em que o povo iraniano enfrentará uma escolha”, tuitou, citando o discurso. 



 Mas o presidente iraniano, Hassan Rouhani, respondeu, dizendo que o líder dos EUA – cujo “todo ser está contra a nação do Irã” – “não tem o direito” de simpatizar com os manifestantes. 

Dez pessoas morreram durante a noite no Irã, informou a mídia local, elevando para 12 o número total de mortos após quatro dias de protestos.

Nenhum comentário