Últimas

Quase 350 mil cadastros do Bolsa Família foram fraudados, diz auditoria

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) identificou 345.906 famílias que fraudaram dados para receber o Programa Bolsa-Família no valor médio de R$ 179. O governo pagou indevidamente R$ 1,4 bilhão a pessoas que não tinham direito ao benefício.

A CGU informou que quem recebeu o dinheiro indevidamente está sendo localizado e sofrerá sanções legais, tais como devolução de valor e impossibilidade de retornar ao Programa por um ano".



Os dados fazem parte de uma avaliação da atuação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para aprimoramento dos controles e combate a fraudes no programa.


Nenhum comentário