Últimas

Sarney selou o novo diretor da PF nacional em reunião com Temer





O presidente Michel Temer recebeu fora de sua agenda oficial, no sábado (4), o ex-presidente José Sarney para acertar a nomeação do novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia.

 O encontro, no Palácio do Jaburu aconteceu quatro dias antes de Temer oficializar a nomeação de Segóvia para o lugar de Leandro Daiello, que comandava a PF há quase sete anos, desde o governo Dilma Rousseff (PT). Ex-superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Segóvia teve sua indicação ao comando do órgão patrocinada por caciques do PMDB, entre eles Sarney e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. 

A escolha foi estratégica para o núcleo do governo, que desejava mudanças na condução das investigações da Operação Lava Jato. Desde maio, com a delação de executivos da JBS, as apurações avançaram sobre o coração do Palácio do Planalto.

Aliados de Temer dizem que o encontro no fim de semana serviu para alinhavar a indicação de Segóvia ao posto e para o presidente comunicar alguns de seus aliados sobre a escolha. Sarney era investigado pela Lava Jato por obstrução de Justiça, mas teve o inquérito arquivado pelo ministro Edson Fachin, do STF.

• VAGAS DE TRABALHO EM SÃO LUIS E REGIÃO METROPOLITANA!
 

A investigação —que também envolvia Jucá e o senador Renan Calheiros (PMDB-AL)— tinha como base áudios gravados pelo ex-presidente da Transpetro, o delator Sergio Machado, em conversa com peemedebistas.

Em um dos diálogos revelado pela Folha em maio do ano passado, Jucá afirmava que uma "mudança" no governo federal resultaria em um pacto para "estancar a sangria" representada pelas investigações.


Fonte: O Estadão




Pó de preparo para controle de peso com 550g. Suplemento alimentar com nutrientes balanceados que pode ser utilizado como substituto parcial das refeições para auxiliar na perda, manutenção ou ganho de peso.
É rico em quinoa, chia, whey protein isolada, BCAA e colágeno.


Nenhum comentário